domingo, 10 de março de 2013

Generalidades dos Ímãs


Os ímãs são corpos que possuem a propriedade de atrair materiais ferromagnéticos. A palavra ímã é de origem francesa e em português significa amante.

Os ímãs podem ser naturais ou artificiais, os ímãs naturais são encontrados na natureza através de um minério composto por óxidos de ferro chamado magnetita, cuja fórmula química é Fe2O3.

A magnetita é encontrada incrustada em rochas, possuindo forma cúbica, cor preta e de brilho metálico. Os Cristais de magnetita podem ser encontrados em certos tipos de bactérias, e até mesmo no cérebro de seres humanos.

Os ímãs naturais são considerados ímãs permanentes, ou seja, suas propriedades magnéticas são muito difíceis de serem perdidas.


http://www.clubedaquimica.com/images/stories/magnetita2.jpg

                                            A Magnetita é um exemplo de ímã natural.
 (Imagem retirada de http://www.clubedaquimica.com/images/stories/magnetita2.jpg em 10/03/2013 ás 02h00min)

Os ímãs artificiais são aqueles produzidos pelo homem através de um processo chamado imantação que ocorre em compostos químicos ferromagnéticos, no caso, o ferro, cobre, cobalto, alumínio.

 O processo da imantação pode ocorrer por meio de induções magnéticas, que é um fenômeno no qual uma barra de ferro se imanta quando fica próxima de um imã, também pode ocorrer por meio de atritos, que é quando uma barra de ferro se atrita com um ímã, porém o atrito deve ser no mesmo sentido.


http://3.bp.blogspot.com/_Dwz3Ff4rDvw/S7Ha0ZVSiuI/AAAAAAAAA2w/hM2SaVSG7zg/s1600/im%C3%A3+free+stock.jpg
                                                         Exemplo de ímã artificial.
 (Imagem extraída de http://3.bp.blogspot.com/_Dwz3Ff4rDvw/S7Ha0ZVSiuI/AAAAAAAAA2w/hM2SaVSG7zg/s1600/im%C3%A3+free+stock.jpg em 10/03/2013 ás 12h11min.)


O processo da imantação pode ocorrer também por corrente elétrica, criando um eletroímã, que pode ser construído a partir de um fio eletétrico enrrolado em volta de algum objeto ferromagnético. Vamos supor que uma pessoa pegue um fio de cobre e o enrrole em um prego, em seguida coloque cada ponta do fio sobre cada extremidade de uma pilha. Assim sendo, haverá um eletroímã.


http://manualdafisica.files.wordpress.com/2012/09/0201.jpg
(Imagem extraída de http://manualdafisica.files.wordpress.com/2012/09/0201.jpg em 24/03/2013 ás 23h05min.)

O vídeo a seguir nos mostra como construir um eletroímã;


(Vídeo extraído de http://www.youtube.com/watch?v=j2kHpzP7elQ em 26/03/2013 ás 00h35min.)

Os ímãs artificiais podem ser classificados como permanentes, temporários ou transitórios. Eles são permanentes quando demoram muito para perderem sua capacidade magnética, e são temporários ou transitórios quando perdem suas propriedades magnéticas a partir do momento em que sua imantação para.

A perda das propriedades magnéticas pode estar relacionada com o aumento da temperatura sobre as substâncias ferromagnéticas, porém este efeito pode ser revertido com a diminuição das temperaturas.

Essas temperaturas que determinam quando os ímãs perdem suas propriedades magnéticas são chamadas de Temperatura de Curie ou Ponto de Curie, pois foi descoberta pelo físico francês Pierre Curie.
http://3.bp.blogspot.com/_TyiNuri3atc/TA7T14DTmyI/AAAAAAAAAUQ/1rVzz-dBdtU/s1600/M_PierreCurie_pti.jpg
                                               Físico francês Pierre Curie (1859 – 1906)
 (Imagem extraída de http://3.bp.blogspot.com/_TyiNuri3atc/TA7T14DTmyI/AAAAAAAAAUQ/1rVzz-dBdtU/s1600/M_PierreCurie_pti.jpg em 10/03/2013 ás 12h44min.)

Alguns exemplos do Ponto de Curie sobre certas substâncias ferromagnéticas:

Ferro: Temperatura de Curie: 770 °C
Cobalto: Temperatura de Curie: 1075 °C
Níquel: Temperatura de Curie: 365 °C

 
(Dados retirados de http://pt.wikipedia.org/wiki/Temperatura_de_Curie em 10/03/2013 ás 12h01min.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário